domingo, 26 de julho de 2009

A academia - Ricardo Freire

Academias são a mina de ouro do regime. E quem financia essa indústria do culto à forma física? Eu e você, que pagamos academia, mas nunca vamos à academia. É com o nosso dinheiro que as academias compram os aparelhos que transformam os outros em sarados. Somos nós que subsidiamos a aeróbica das peruas e o spinning das popozudas. Sem a grana dos que pagam a academia mas não vão à acdemia, fazer ginástica custaria tão caro, mas tão caro, que todo esse pessoal que passa o dia inteiro na academia teria que trabalhar o dia inteiro no escritório para poder pagar esses planos que dão direito a passar o dia inteiro na academia.
A mensalidade da academia é o imposto mais injusto que existe. Antigamente era o dízimo da igreja; hoje é a mensalidade da academia.
Mas a propaganda ideológica é mais forte que você. Por mais que você protele essa decisão, chega um dia que, embriagado pela promessa fácil de se transferir para outro corpo ainda nessa encarnação , você se senta tête-à-tête com uma recepcionista sarada, que lhe apresenta os planos de pagamento.
Antes de mais nada, é preciso lembrae que a recepção de uma academia de ginástica cica sempre posicionada estrategicamente, de modo que o postulante à matrícula seja poupado de cenas de tortura, masoquismo ou sofrimento desumano. Ali, ao lado da roleta de entrada, enquanto a recepcionista sarada apresenta os planos de pagamento, tudo o que você vê são: a) pessoas chegando, felizes e saltitantes, em suas roupas coloridas e tênis supersônicos; ou b) pessoas saindo, tranquilamente, com aquele look pós-motel: cabelos molhados e escorridos, e um ar de "você eu não sei, mas pra mim foi ótimo".
Claro que os planos mais vantajosos apresentados pela recepcionista sarada - os que dão isenção de matrícula, desconto polpudo e possibilidade de frequentar todas as filiais espalhadas pela cidade, em todo o país e planeta afora - são justamente aqueles que envolvem um compromisso de pagar a academia por pelo menos 12 intermináveis meses. Mas quem não quer passar 12 meses em meio àquelas pessoas que chegam felizes e saltitantes em roupas coloridas e tênis supersônicos, e saem com cara de quem descobriu o ponto G durante o alongamento? E assim assinamos 12 cheques pré-datados, ou comprometemos um naco do nosso limite no cartão de crédito pelo próximo ano fiscal.

Fonte: O efeito sanfona
Ricardo Freire
Você pode ter se identificado com esse texto, ou não!!! Eu já fiz matrícula em academias e não frequentei por várias vezes... Precisei mudar meu foco em relação a atividade física, adquirir consciência dos benefícios que ela traz e encontar algo prazeroso para ter vontade de praticar! Hoje treino 2 vezes por semana com personal trainer e tenho gostado muito, acaba saindo mais barato do que 12 parcelas não usufruidas na academia...
Esse livro do Ricardo Freire é muito engraçado e essa história contnua, vou postar a continuação na quarta-feira.
Lembre-se que nessa semana na Meta Real o tema é "Vencendo o estresse através da atividade física", participe e adquira informação e motivação para mudar seu estilo de vida, movimentando-se mais e com mais consciência, afinal VOCÊ É UMA POSSIBILIDADE!
Beijinhos,
Roseli Masi

6 comentários:

Estela disse...

é a mais pura verdade, e vem aí mais uma aula de identificação plena...rsrsrs... já fiz isso mts vezes, nessa corrida maluca de parecer com os "magros" e ainda pensar q. será efeito instantâneo...rsrsrs... cheguei a conclusão que caminhar/correr no Ibira é ótimo, deixar o carro e andar pelas ruas do meu bairro é bom e subir pelas escadas em vez de usar elevador é melhor ainda...
até sexta
bjs....

ROSELI MASI disse...

Oi Estela,
agradeço sua visita.
Acho muito legal quem curte academia... mas definitivamente não é meu forte... rsrsrs
Concordo com você que essas pequenas atividades são mais fáceis, mais prazerosas e também trazem benefícios.
Beijos
Ro

Alexandrina disse...

Sou tão desencanda que frequentei academia 2 vezes e nenhuma era com intenção de entrar em forma. Eu? Preocupada com forma física? Era rebelde demais pra admitir essa possiblidade. Só fui admitir e me preocupar de fato com meu corpo quando entrei no Meta Real. Voltando à academia, primeiro aprendi a nadar, pra aproveitar as piscinas e não me afogar. Anos depois cismei que não queria perder elasticidade e queria ganhar resistência então me matriculei em Yoga, que surpreendentemente ajudou a modelar meu corpo depois de 6 meses. Adorei o fato de não precisar usar aparelho nenhum, era só usar roupa confortável, que permitisse se movimentar, não precisava nem de sapato. Por causa dos exercícios de respiração, Yoga é ótima pedida pra quem vive agitado, o que nunca foi meu caso. Parei quando fiquei sem tempo e o principal: sem interesse. Acho que a principal causa do efeito sanfona é a perda de interesse, perda de foco. Comigo é assim.

inesbj2003 disse...

Realmente é verdade...
Por indicação médica, por um problema de saúde, me matriculei na academia e na aula de dança do ventre.
Frequentei a academia por um ano, onde emagreci os mesmos 5 kilos que emagreci na meta em 4 meses. Hoje estou mantendo o meu peso, já na época da academia, depois que "perdi" os 5 kilos, voltei a engordar.
Preferi sair da academia e continuar com as aulas de dança do ventre, onde realmente me sinto bem. É a minha terapia, além de cuidar do corpo, cuidou da minha mente e auto-estima.
Hoje, com 30 anos (fiz aniversário no domingo - 26/07), me sinto outra mulher. Sou muito mais feliz, minha auto-estima está sempre elevada e, como possilidade que sou, já estou mantendo meu peso pois sou MAGRA PARA SEMPRE.
Beijos

ROSELI MASI disse...

Oi Ale,
agradeço sua participação! Concordo que o foco é fundamental para manter a motivação. Uma das estratégias que mais funciona é ter clareza dos benefícios que alcançaremos com determinado comportamento ou atitude. Em relação a atividade física se lembrar do quanto se sentia bem com o Yoga, talvez volte a se interessar, ou quem sabe, depois da aula dessa semana!
Beijos,
Ro

ROSELI MASI disse...

Inês, querida!!! Parabéns pelo seu aniversário!!!
Obrigada por estar mais uma vez presente aqui no blog. A atividade física pode até ajudar a emagrecer, mas não ensina a pensar e agir como pessoa magra. Sem dúvida que traz benefícios e a proposta da Meta Real é que as pessoas se movimentem mais, encontrem, como você, uma atividade que seja prazerosa. Pode até ser academia... para aqueles que gostam, pagam e principalmente fequentam... rsrsrs
Beijos,
Ro